Forgepe aprova regimento e elege diretoria

O Fórum de Pró-reitores de Gestão de Pessoas (Forgepe), recém criado pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federeis de Ensino Superior (Andifes), realizou a primeira reunião (5), em Brasília. Além de aprovado o regimento, foi eleita a primeira diretoria, presidida pelo pró-reitor Mauro Rocha, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Também foram delineadas as principais pautas de atuação.

A reunião foi aberta pelo novo presidente da Andifes, reitor Targino de Araújo, que falou da importância do Fórum para que as universidades mantenham um trabalho permanente de estudo das carreiras. Targino destacou também que o objetivo do Forgepe é aprimorar a gestão de pessoas nas Universidades Federais,  proporcionar qualificação e melhorar condições de trabalho para os técnicos-administrativo.

Além do presidente da Andifes, estavam presentes o reitor Paulo Márcio (Unifal-MG), a coordenadora geral de recursos humanos das instituições federais de ensino, Dulce Tristão, representado o Ministério da Educação (MEC), o presidente da Comissão Nacional de Dirigentes de Pessoal (CNPD), Roberto Cambine e o presidente do Fórum de Planejamento e Administração (Forplad), Tomás Dias.

De acordo com o presidente do Forgepe, a principal missão da primeira diretoria será estruturar o Fórum e suas regionais, mas o grupo já definiu as prioridades de trabalho para o decorrer dos próximos dois anos. “Iniciamos com o apoio de 61 universidades, das 63 filiadas à Andifes e devemos estender para participação de todas elas e dos dois CEFETs. Começaremos o trabalho de interlocução com o MEC, Ministério do Planejamento e com o Congresso, e está pré-estabelecida uma pauta com as principais prioridades”, disse Mauro Rocha.

Entre as demandas que serão trabalhadas pelo Forgepe estão o estudo do dimensionamento da força e trabalho do sistema, e seu modelo de distribuição, acompanhamento da legislação, conflitos na elaboração de concurso público e os atos normativos que tratam das aposentadorias especiais e que têm causado insegurança no sistema. A próxima reunião da diretoria do Forgepe está marcada para o dia 19, na sede da Andifes.

**
Notícia publicada originalmente no site da ANDIFES em 11/08/2014